Bolsonarista Conrado critica Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso e diz duvidar de caso de racismo

Atualizado em 31 de julho de 2022 às 21:28
Conrado e a mulher Andréa Sorvetão com Bolsonaro e Michelle

O ex-cantor em atividade Conrado, marido da ex-paquita Andrea Sorvetão, não acredita que os filhos de Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank sofreram racismo em Portugal.

“Vamos ver mais tarde o que aconteceu de verdade!”, escreveu Conrado em uma postagem do colunista Leo Dias no Instagram.

Bolsonarista doente, como a mulher, Conrado odeia o casal Bruno e Giovanna por ser progressita e bem-sucedido. Criticado pela imbecilidade, respondeu com a costumeira truculência dessa turma.

“Caguei para vocês todos. Vamos ver o que aconteceu de verdade e ponto final. Se houver racismo, tome as providências legais. E vai a merda vocês todos, ok”, disse.

Acusado ele mesmo de racista, gravou um vídeo supostamente esclarecendo o que falou.

“É lógico que eu sou contra racismo, é evidentemente que sou contra o racismo, mas há um tempo atrás o senhor Bruno junto com a dona Giovanna estavam ‘dando’ um podcast falando que aqui no Brasil tinha um tal de racismo estrutural”, falou.

Para o sujeito, racismo estrutural existe em Portugal, e não aqui.

“Lacrador eu sempre fico com um pé atrás, eu quero saber o que de fato aconteceu. Se houve crime de racismo, que a mulher pague por isso e ponto final.”

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Conrado 🅾️+ (@conradooficial)