Bolsonarista por trás de carreata contra quarentena no ES é candidato a vereador. Por Sacramento

Reprodução: Redes Sociais         

POR SACRAMENTO

O país padece com o coronavírus e ainda sofre com uma praga transmitida pelo bolsonarismo.

Não há termo mais adequado para se referir à pressão imposta por comerciantes e empresários pelo fim das medidas de isolamento social para conter a pandemia

Em Cachoeiro de Itapemirim, no sul do Espírito Santo, um pequeno empresário organizou uma carreata pela reabertura do comércio.

Evento idêntico ocorreu em Colatina, cidade localizada ao noroeste de Vitória. Na capital, está marcada uma carreata para este sábado. As manifestações, incentivadas pelo discurso assassino de Bolsonaro em defesa da retomada das atividades econômica, podem muito bem ser chamadas de “carreatas da morte”.

Elas contrariam atitudes fundamentais no combate à pandemia que até agora registrou mais de 500 mil casos e matou 23 mil pessoas no mundo.

No Brasil são quase 3 mil casos e 77 vítimas fatais, número que pode explodir se os desejos dos comerciantes forem acatados. O prefeito de Milão, na Itália, país com maior número de mortes na pandemia, admitiu que errou ao defender a campanha #MilãoNãoPara. Um mês após o início da campanha, a cidade registrou mais de 4.400 mortos pela Covid-19.

Entorpecidos pela praga bolsonarista, os promotores das “carreatas da morte” colocam os lucros acima de vidas humanas, a despeito de todas evidências científicas que comprovam o quanto estão errados.

Preocupam-se apenas com as próprias cifras, usando o argumento desonesto de defender a manutenção de empregos. Além dos interesses financeiros existem as ambições políticas. O rapaz à frente da carreata de Cachoeiro de Itapemirim é pré-candidato a vereador.

Identificado como Felipe Rangel, atua no ramo de informática e manutenção de computadores.
Em janeiro, ofereceu mão de obra gratuita no consertos de equipamentos danificados nas enchentes que atingiram Cachoeiro.

Uma fonte que pediu para não se identificar contou que duas semana após iniciar a ação de solidariedade, Rangel anunciou a pré-candidatura à Câmara Municipal.

O empresário atua na mobilização pela formação do partido bolsonarista  Aliança Pelo Brasil e segue a cartilha dos bolsomitos ao posar para foto empunhando um fuzil.Em um dos posts no Instagram, Rangel escreveu que em breve Cachoeiro vai caminhar para a direita.

O mais provável, contudo, é que Rangel e seus seguidores insanos levem muita gente para a morte, caso insistam em contrariar o bom senso movidos pela praga bolsonarista.

 

View this post on Instagram

Quero Agradecer o Apoio de Todos Empresários que se preocupam com a reabertura do Comércio infelizmente fomos usados para jogo político com a intenção maior de desestabilizar o Governo Federal de forma covarde se aproveitando de uma situação de pandemia para travar uma guerra política e sem medir o tamanho do estrago gerado na economia brasileira, Graças a Deus e a todos vocês empresários e trabalhadores conseguimos uma mobilização em nossa cidade de Cachoeiro de Itapemirim que está se multiplicando para outros municípios dentro e fora do nossa estado acredito que vamos o mais breve possível retornar a exercer as nossas atividades comerciais. Mais uma vez, muito obrigado a todos o movimento não tem dono nem porta voz oficial ele é de vocês e agora também de todo o Brasil! Respeitem Nossas Autoridades! @jairmessiasbolsonaro

A post shared by FELIPEDAGLOBAL (@felipedaglobal) on

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!