Bolsonaro ameaça tirar bandeira populista de Moro. Por Fernando Brito

Publicado originalmente no Tijolaço:

POR FERNANDO BRITO

Em entrevista agora cedo, Jair Bolsonaro mostrou que vai seguir ameaçando podar as asas cada vez mais evidentes de Sérgio Moro.

Disse que estuda a possibilidade de o Ministério da Segurança Pública ser recriado, segundo registra a Folha.

Se isso ocorrer, segundo ele, o ministro Sergio Moro permanecerá à frente da pasta da Justiça e perderá a sua principal bandeira até aqui: a queda nas taxas de homicídios, tendência iniciada ainda na gestão do ex-presidente Michel Temer (MDB). “Se for criado, aí ele [Moro] fica na Justiça. É o que era inicialmente. Tanto é que, quando ele foi convidado, não existia ainda essa modulação de fundir com o Ministério da Segurança”, afirmou Bolsonaro, ao deixar o Palácio da Alvorada antes de embarcar para a Índia.

Consume ou não a “ameaça”, o recado está dado: o “homem mau sou eu”.

O mesmo vale para Luiz Fux, para que não se arrisque a ficar aliado ao nada.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!