Bolsonaro diz que quem defende AI-5 “dá pena”

Atualizado em 15 de maio de 2022 às 16:55
Bolsonaro
Bolsonaro diz ter pena de quem pede o AI-5 – Foto: Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou neste domingo (15) que não concorda que os atos de 07 de setembro de de 1º de maio sejam antidemocráticos. Durante discurso, ele afirmou que são poucas as pessoas que pedem intervenção militar e afirmou que quem leva faixa pedindo a volta do AI-5 não deveria ser preso porque deveria dar pena dessa pessoa.

Durante um passeio de moto por Brasília, o presidente foi questionado sobre as manifestações e disse que quem chama de antidemocráticos os atos de apoiadores de seu governo deve ser “psicopata ou imbecil”. Ele, no entanto, não negou que bolsonaristas levam faixas pedindo intervenção militar e até o apoio ao Ato Institucional número 5.

“Olha só, você acha que isso tem repercussão? O maluco levanta uma faixa lá ‘AI-5’. Existe AI-5? Você tem que ter pena do cara que levanta a faixa do AI-5. Você tem que chegar para ele, da imprensa, ‘ô, amigo, o AI-5 foi lá na época dos anos 60 que tinha ato institucional (…) não existe isso’. Você tem que ter pena dessa pessoa e não querer prender”, afirmou.

Mas a respeito das manifestações de intervenção, até o filho dele já falou sobre o assunto ao ameaçar o STF, assim como o presidente que vem tentando fazer uso das Forças Armadas para pressionar o TSE (Tribunal Superior Eleitoral).