Bolsonaro espalha cascata sobre o Mercosul a líderes nos Emirados Árabes

Em outubro do ano passado, durante a transição, o ministro Paulo Guedes alertava que o Mercosul não seria prioridade no novo governo.

“Mercosul não é prioridade, está certo? É isso que você queria ouvir”, disse o economista, irritado, ao responder a uma repórter do jornal argentino Clarín que o questionava sobre as relações comerciais.

“Você está vendo que aqui tem um estilo que combina com o presidente, que fala a verdade. A gente não está preocupado em agradar”.

Sem quase nenhuma conquista econômica a apresentar até aqui, exceto o desmonte dos direitos, Guedes e Bolsonaro não só tiveram de abraçar – no último dia do G20 – como usar o ‘mercado comum’ como gancho para mentira de Bolsonaro a líderes nos Emirados Árabes.

Neste vídeo, Bolsonaro diz: “Fechamos acordo do Mercosul que se arrastava há 20 anos. Isso só foi possível pela competência das pessoas que agora ocupam o nosso ministério”.

Então, tá.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!