“Bolsonaro não é mais um perigo regional, e sim global”, diz ex-presidente da Colômbia

Do Twitter de Ernesto Samper:

Bolsonaro não mentiu em relação ao incêndios na Amazônia: desde a campanha dizia que queria derrubar as florestas e queria abrir a mata para a agricultura comercial. Em seu esforço piromaníaco, está acabando com as instituições de meio ambiente no Brasil e debilitando os grupos que se opõem a seus projetos ecocidas. Conclusão: Bolsonaro não é mais apenas um perigo regional – é um perigo global.