Suspensão da compra de seringas mostra como Bolsonaro é incompetente e irresponsável

Jair Bolsonaro não tem medo de passar vergonha. Há pouco, ele postou em seu facebook um texto em que registra que nenhum brasileiro ainda foi vacinado e relaciona países que já iniciaram a campanha de imunização.
Com o texto, ele tenta passar a mensagem de que ainda não houve vacinação em massa — não foi concluída, mas já teve início.
Ele também tenta explicar por que o Ministério da Saúde ainda não comprou as seringas necessárias para a campanha de vacinação.
“Como houve interesse do Ministério da Saúde em adquirir seringas para seu estoque regulador, os preços dispararam e o MS suspendeu a compra até que os preços voltem à normalidade”, disse.
Se isso for verdade (e houvesse presidente comprometido com as causas do povo), a solução seria simples: a lei admite que, em casos assim, o governo confisque a produção e pague o preço justo.
Por fim, ele ataca a mídia. Diz que é falácia a notícia de que os países estão vacinando toda a população.
É burro ou age de má-fé. Mais provável que sejam as duas coisas.
A campanha começou, isto é que foi noticiado. No Brasil sob Bolsonaro, não. Para chegar aos topo do prédio, subindo pela escada, é preciso andar degrau por degrau.
O problema é que o Brasil não saiu do térreo.
Leia o texto do cidadão:
– O Brasil consome 300 milhões de seringas por ano. Também somos um dos maiores fabricantes desse material.
– Como houve interesse do Ministério da Saúde em adquirir seringas para seu estoque regulador, os preços dispararam e o MS suspendeu a compra até que os preços voltem à normalidade.
– Estados e municípios têm estoques de seringas para o início das vacinações, já que a quantidade de vacinas num primeiro momento não é grande.
– Por volta de 44 países estão vacinando, contudo a Pfizer vendeu para muitos desses, apenas 10.000 doses. Daí a falácia da mídia como se estivessem vacinando toda a população.
– Na tabela abaixo, o percentual de vacinados em alguns países até a data de 04/janeiro/2021:
– China…………. 0,31%
– Rússia……….. 0,55%
– Reino Unido.. 1,39%
– EUA ………….. 1,28%
– Canadá………. 0,30%
– Itália………….. 0,19%
– Chile………….. 0,05%
– México………. 0,02%
– Alemanha….. 0,29%
– Argentina ….. 0,07%
– Brasil ………….0,00%
– Holanda ……. 0,00%
– Japão ………. 0,00%
.x.x.x.x.
O governador Flávio Dino, que foi juiz federal, criticou a decisão de Bolsonaro de suspender a compra de seringas. “Decisão mais uma vez errada. O correto é usar o poder de requisição administrativa. Está na Constituição. E seria o caso de aplicar a Lei Delegada 4. Mas esta foi equivocadamente revogada em 2019 pela tal Lei da Liberdade Econômica”, afirmou.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!