Bolsonaro tentará destruir uma a uma as camisas de futebol. Por Moisés Mendes

Bolsonaro com a camisa do Goiás

PUBLICADO ORIGINALMENTE NO BLOG DO AUTOR.

Bolsonaro tentará destruir uma a uma as camisetas do futebol. Começou com a Seleção, completamente vilipendiada.

Já vestiu as camisas do Palmeiras, que é o seu time, a do Inter, presenteada pela direção, e hoje apareceu com a do Goiás.

O projeto é este mesmo. Macular símbolos que transmitem a ideia que ainda sobrevive de pertencimento a um grupo pelos simbolismos do futebol, mesmo que esse sentimento venha sendo pisoteado por torcidas violentas, por corrupção, pela cartolagem pilantra e pelo dinheiro.

Bolsonaro tem a pretensão de dizer que pertence a todas essas tribos, quando a tribo dele é conhecida. Bolsonaro é do time dos propagadores de ódio, de preconceitos e de destruição.

Espero que a direção do Grêmio não cometa o gesto do presidente do co-irmão, que entregou em mãos uma camisa ao amigo do Queiroz. Bolsonaro não pode usar a camisa do Grêmio.

Que Bolsonaro pare de vestir camisetas, que respeite os torcedores e as histórias dos clubes. Que use a camisa do time da milícia do Rio das Pedras.

 

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!