Boxeador com medalha garantida, Hebert Conceição foi revelado em projeto social

“Eu mereço pra caralho”, diz Hebert Conceição após vencer no boxe em Tóquio. Foto: Reprodução/Twitter

Hebert Conceição, que já tem ao menos uma medalha de prata garantida na final do boxe na categoria dos pesos médios (até 75 quilos), tem como celeiro o projeto social Campeões da Vida.

Ao vencer Abilkhan Amankul no último domingo (1), ele agradeceu a iniciativa:

“O boxe é muito tradicional, popular em Salvador, as crianças e moleques, graças aos projetos sociais, conseguem formar grandes campeões. Eu vim do projeto Campeões da Vida, e existem muitos outros projetos”.

Após a luta e a garantida medalha de bronze, ele ligou para Luiz Dórea, responsável pelo projeto que o revelou.

Há 31 anos, o Campeões Da Vida surgiu em uma escola no terreno da mãe de Dórea e se transformou numa verdadeira fábrica de campeões.

Segundo o treinador, já passaram mais de 8 mil crianças na academia.

Entre elas saíram de lá 14 boxeadores olímpicos e três medalhas: o bronze de Adriana Araújo (Londres 2012), ouro de Robson Conceição (Rio 2016) e a de Hebert.

“Nosso segredo, além da metodologia diferenciada, que traz resultados indiscutíveis, é o trabalho executado na base. O Hebert, por exemplo, chegou aqui querendo aprender MMA e aos poucos nós fomos mostrando a ele que o boxe era mais apropriado. Assim, ele foi campeão brasileiro cadete, juvenil, até passar a integrar a equipe nacional”, contou ele ao UOL.

Leia também: Rebeca Andrade começou na carreira em projeto social do PT na prefeitura de Guarulhos

Representantes brasileiros no badminton surgiram de projetos sociais do Rio