“Brilhou como uma estrela e lutou bravamente por justiça social”, diz Dilma sobre ex-secretário Diogo Santana

Diogo Santana

Nesta sexta (1), morreu Diogo Santana, ex-Secretário Executivo Geral da Presidência da República durante o governo de Dilma Rousseff.

Ele foi eletrocutado em Florianópolis (SC) após encostar em uma cerca elétrica.

A ex-presidente lamentou a morte de Diogo, que, segundo ela, era “um dedicado militante da causa dos direitos humanos e um brilhante advogado”.

“Brilhou como uma estrela e lutou bravamente por justiça social e por um futuro melhor para o nosso país”, afirmou Dilma.

Leia a nota da ex-presidente na íntegra:

A morte do companheiro Diogo Santana priva o Brasil de um dedicado militante da causa dos direitos humanos e um brilhante advogado. Diogo trabalhou no governo Lula e, comigo, na Secretaria Geral do Governo. Atualmente, atuava na Fundação Perseu Abramo.

Diogo Santana era indispensável, pela sua competência, cultura, dignidade e generosidade. Sua morte trágica, ainda tão jovem, entristece a todos nós, que tivemos o privilégio de conviver com ele.

Apesar da brevidade de sua vida, Diogo Santana brilhou como uma estrela e lutou bravamente por justiça social e por um futuro melhor para o nosso país. Meu profundo sentimento de pesar à sua ex-companheira Lívia e aos filhos que tiveram juntos, Gabriela e Caetano.