Busto de Hitler, quadro de Goering, caneca da SS: loja em SC vende produtos nazistas. Por Vinícius Segalla

Busto de Adolf Hitler enquadrado, à venda na loja Panzer Militaria, de Timbó (SC) – Reprodução

Originalmente publicado em BRASIL DE FATO

Por Vinícius Segalla

A loja Panzer Militaria, na cidade de Timbó, em Santa Catarina, comercializa uma série de utensílios domésticos, enfeites para a casa, roupas, quadros e canecas com imagens de Adolf Hitler, alguns de seus principais chefes militares e insígnias nazistas.

O Ministério Público de Santa Catarina investiga possível crime previsto na Lei 7.716, de 1989, que proíbe os atos de “fabricar, comercializar, distribuir ou veicular, símbolos, emblemas, ornamentos, distintivos ou propaganda que utilizem a cruz suástica ou gamada, para fins de divulgação do nazismo”. A pena é de reclusão de dois a cinco anos e multa.

O fato foi primeiramente noticiado pelo jornal O Município, de Blumenau (SC), e foi após a publicação da reportagem, na semana passada, que o MP-SC informou que iria investigar ao caso.

Nesta segunda-feira (7), o Brasil de Fato tentou contato com o proprietário da loja, mas não obteve resposta até a publicação desta reportagem.

Já ao jornal de Blumenau, os responsáveis pela loja Panzer Militaria afirmaram que seus produtos são destinados a colecionadores: “A lei proíbe produtos para fins e divulgação do nazismo. Não é o caso. São itens para colecionadores e reencenadores”, diz nota enviada a O Município.

Na realidade, porém, para além de itens de memorabilia, réplicas ou itens originais de valor histórico, a loja também comercializa camisetas e canecas com símbolos e líderes nazistas, além de um quadro com o busto do próprio Adolf Hitler, como pode ser visto na imagem acima.

Já nas reproduções abaixo, se vê uma caneca de chopp com o símbolo da SS, as tropas nazistas responsáveis pela cooordenação e manutenção das atividades genocidas nos campos de concentração espalhados por Hitler pela Europa Oriental ao longo da 2ª Guerra Mundial (1939-45).

Também se vê um quadro de Hermann Göring (chefe da Força Aérea Alemã) e uma camiseta com o general Erwin Rommel, conhecido como a “Raposa do Deserto de Hitler”.

Todos esses objetos são de produção contemporânea, e não possuem qualquer valor histórico ou de memorabilia.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!