Caio Castro é acusado de vandalizar e destruir carros na Espanha

Caio Castro (Foto: Reprodução/Globo)

Do Catraca Livre

Caio Castro teve o nome envolvido em uma polêmica, após ser acusado de vandalizar e destruir carros em evento de paraquedismo na Espanha. O ator nega a denuncia.

De acordo com informações postadas pela página do evento no Facebook, “Skydive Empuriabrava”, o artista brasileiro, acompanhado por outros amigos, teria se revoltado e destruído a maioria dos carros e da estrutura que havia sido montada no local, causando um prejuízo de R$ 43 mil.

Segundo o texto postado pelos organizadores na web, Caio Castro “invadiu a propriedade privada e roubou carros de artes”. Ainda, eles afirmam que o famoso e os amigos estavam “completamente bêbados e sob efeito de drogas”, sendo necessário “contê-los e arrastá-los para fora do carro”.

(…)

Corrobora a acusação da Skydive Empuriabrava, depoimento do paraquedista brasileiro Rogerio Fleury, que afirma ter presenciado a cena, classificada por ele como uma situação “triste” e embaraçosa para os demais brasileiros que participavam do evento.

“Os caras [Caio Castro e seus amigos] participaram do evento, chegaram no último dia. E ainda foram expulsos. Atletas? Esses caras são atletas de quê? Me colocaram em uma situação da qual eu e nem nenhum dos 16 brasileiros aqui presentes precisavam passar. Erraram e não tiveram a hombridade de pedir desculpas. Assumi tudo no peito Sr. Caio e Sr. JP Possos, fui humilhado e escutei coisas que não precisava escutar , até eu conseguir arrumar toda a merda e lambança que vocês fizeram aqui”, disparou, em tom de indignação e revolta, Fleury.

(…)

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!