Candidato do PDT faz propaganda de fraude antissemita que influenciou Hitler

André “Bicho Solto”

André “Bicho Solto”, nascido André Matos de Morais Filho, é candidato ao cargo de vereador em São Paulo pelo PDT.

Natural de Recife, tem 36 anos e é uma besta.

Nesta segunda, dia 26, o sujeito postou uma foto do livro que está lendo, “O Protocolo dos Sábios de Sião”.

É um clássico do antissemitismo, uma fake news “criada” no final do século XIX na Rússia czarista que “denunciava” uma conspiração judaica para dominar o mundo.

Essa falsificação literária, feita de “documentos secretos”, ganhou a Europa, virou best seller na Alemanha nazista e influenciou doentes como Adolf Hitler.

No “Mein Kampf”, ele escreve sobre esse lixo:

Os “Protocolos dos Sábios de Sião”, tão detestados pelos judeus, mostram, de uma maneira incomparável, a que ponto a existência desse povo é baseada em uma mentira ininterrupta. “Tudo isso é falsificado”, geme sempre de novo o “Frankfurter Zeitung” [jornal alemão de meados do século XIX até meados do século XX], o que constitui mais uma prova de que isso tudo é verdade.

Tudo o que alguns judeus talvez façam inconscientemente, acha-se aqui claramente desvendado. Mas o ponto capital é que não importa absolutamente saber que do cérebro judeu provém tais revelações. O ponto decisivo é a maneira pela qual essas revelações tornam patentes, com uma segurança impressionante, a natureza e a atividade do povo judeu nas suas relações íntimas, assim como nas suas finalidades.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!