Carreatas pelo impeachment de Bolsonaro tomam cidades do Brasil neste sábado

Manifestantes ergueram boneco inflável do presidente Jair Bolsonaro em frente à sede da Anvisa, no domingo passado, 17, dia em que a agência aprovou uso emergencial de vacinas contra covid. Foto: Sergio Lima/AFP

Jair Bolsonaro enfrenta neste sábado (23) o primeiro ato por seu impeachment da oposição de esquerda nas ruas de 2021.

São carreatas em várias cidades do Brasil. Os atos foram convocados por partidos de oposição, como o PT, centrais sindicais e diferentes setores da oposição. Os movimentos de esquerda Frentes Brasil Popular e Povo sem Medo e a Central Única dos Trabalhadores (CUT) organizaram protesto em ao menos 21 cidades do Brasil.

Fazem bicicletaços e carreatas. Na cidade de São Paulo será na porta da Alesp, às 14h. Em Belo Horizonte, ao redor do Mineirão, às 16h. Em Porto Alegre, no Largo Zumbi, às 16h. Em Maceió, no Papodromo, às 15h. Em Goiânia, na praça Universitária, às 17h. Em Fortaleza, na praia de Iracema, às 15h.

No domingo (24) será a vez da direita anti-bolsonarista. O Movimento Brasil Livre (MBL) e o Vem pra Rua, ambos de direita que protagonizaram protestos pelo afastamento da ex-presidente Dilma Rousseff em 2016, puxam atos em 6 cidades do País. Em São Paulo, será na praça Charles Miller, às 10h30. No Rio, no Extra da avenida Rio Branco, no mesmo horário. Em Belo Horizonte, na praça do Papa, às 15h. Em Belém, na avenida da Doca de Souza Franco, às 9h. É o pessoal que ajudou a colocar Bolsonaro no poder e que agora, aparentemente, se arrepende.

Confira alguns dos vídeos dos protestos.

Confira algumas imagens deste sábado:

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!