Casal de turistas causa escândalo no Egito por vídeo fazendo sexo em pirâmide que viralizou

Um fotógrafo dinamarquês provocou indignação no Egito depois que imagens dele fazendo sexo no topo da Grande Pirâmide de Gizé circularam nas redes sociais.

Andreas Hvid postou em suas contas no Instagram e no YouTube.

O Ministério de Antiguidades emitiu um comunicado no sábado dizendo que o incidente “viola a moralidade pública” e pediu que uma investigação seja iniciada pelo Procurador Geral.

“Cem por cento de certeza que as imagens são photoshopadas”, disse à NBC News Zahi Hawass, arqueólogo que é ex-ministro. “Não há como alguém entrar na área das pirâmides à noite.”

“Essas não são as pedras da grande pirâmide. Elas são muito pequenas”.

Hvid é especializada em tirar retratos audaciosos e seu portifólio inclui diversos nus em telhados ou guindastes com vista para cidades e paisagens do mundo todo.

Ele removeu todas as imagens da cena, exceto uma, do site e das contas de mídia social, mas as cópias foram repostadas na internet.

Escalar as pirâmides e estar no local à noite é proibido.

Não se sabe se o casal ainda está no Egito.

 

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!