Chargistas prestam solidariedade a Aroeira, atacado pelo governo Bolsonaro

Atualizado em 16 de junho de 2020 às 15:48

O ministro da Justiça, André Mendonça, solicitou “abertura de inquérito para investigar publicação reproduzida no Twitter Blog do Noblat, com alusão da suástica nazista ao presidente Jair Bolsonaro”, obra do chargista Renato Aroeira.

Por solidariedade a Aroeira, artistas, escritores,  jornalistas, cientistas e professores abriram um abaixo-assinado público em seu nome.

Alguns artistas também prestaram solidariedade com charge. Foi o caso de Quinho (que fez dois desenhos), Vitor Teixeira, Angel Boligan e Duke.

Confira algumas das imagens.

O original.