China impõe contrassanções aos EUA e deixa clima tenso

O dirigente chinês, Xi Jinping, durante discurso no Grande Salão do Povo, em Pequim – Ding Lin – 23.out.20/Xinhua

A China decidiu aplicar contrassanções aos EUA, inclusive ao ex-Secretário de Comércio dos EUA, Wilbor Ross e aumentou o clima de tensão entre os países. A informação é do Sputinik.

A China também impôs “contrassanções recíprocas” não especificadas aos chefes atuais ou anteriores de uma série de organizações norte-americanas e não só, incluindo: Comissão Executiva do Congresso sobre a China, Comissão de Revisão Econômica e de Segurança EUA-China, Instituto Democrático Nacional para Assuntos Internacionais, Instituto Republicano Internacional, Human Rights Watch e o Conselho para a Democracia de Hong Kong, com sede em Washington.

Isso aconteceu uma semana depois de Washington ter confirmado que teria sanções contra sete cidadãos chineses e, agora, houve uma resposta na mesma altura por parte da China. Pequim vem protestando contra a decisão americana e agora, o clima azedou de vez.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!