Cinco estágios dos lavajatistas com as revelações envolvendo Moro e Dallagnol. Por Fernando Hideo Lacerda

Publicado originalmente no perfil do autor no Facebook

POR FERNANDO HIDEO LACERDA, advogado

Vamos a uma análise dos nossos coleguinhas lavajatistas, bolsominios, paneleiros, cidadãos de bem, soldados moralistas, trajados com camisa da CBF, louvadores do pato amarelo.

Aqui vai o meu roteiro adaptado dos famosos “cinco estágios da perspectiva de morte”, para nossas observações pelos próximos dias/semanas:

1) Negação: “Isso só pode ser armação dos comunistas, eles jamais falariam isso”.

2) Raiva: “Não se pode violar criminosamente o sigilo de mensagens entre autoridades, estão tentando sabotar a lava jato”.

3) Negociação: “Que os juízes e procuradores que cometeram algum crime sejam punidos exemplarmente, mas que a luta contra a corrupção posso continuar com as pessoas de bem”.

4) Depressão: “Nada vai funcionar nesse país dominado pelas práticas comunistas, só um golpe militar poderia nos salvar”.

5) Aceitação: “Realmente, é melhor voltarmos a viver numa democracia onde ninguém diga que vai flexibilizar direitos e garantias para combater o mal”.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!