Ciro brilhou no debate da TV Gazeta. Por José Cássio

Ciro na Gazeta (Foto: Reprodução/TV Gazeta)

Na ausência de Jair Bolsonaro, quem brilhou no debate da TV Gazeta, em parceria com o Estadão e o Twitter, foi Ciro Gomes.

O presidenciável do PDT foi o mais assertivo e o que melhor expôs soluções para o país.

No estúdio, foi cercado pelos repórteres e escolhido pela equipe da Gazeta para a primeira entrevista assim que o programa terminou.

Coincidência ou não, Ciro “bombou” noTwitter.

Das interações com a hashtag #Debategazeta, obteve quase cinco vezes o número alcançado por Geraldo Alckmin, do PSDB e oito vezes mais que Alvaro Dias, presidenciável do Podemos.

Do total de interações, segundo numeros divulgados pelo próprio Twitter, Ciro teve 45%, contra 17% de Marina Silva, 12% de Guilherme Boulos, 10% de Geraldo e Meirelles, e 6% de Alvaro.

Em pelo menos um momento o presidenciável do PDT endureceu com os adversários. Foi quando insinuou que Geraldo é mentiroso, após o tucano dissimular numa resposta sobre o Museu do Ipiranga, fechado por falta de manutenção cinco anos.

– Sem assumirmos os pontos de vista com clareza, os assuntos viram desinformação e mentira, disse, lembrando que o Museu do Ipiranga é o segundo mais importante do país e corre o risco de ter o mesmo destino do Museu Nacional do Rio de Janeiro.

Guilherme Boulos aproveitou para marcar posição, confrontando especialmente Henrique Meirelles.

– Vamos taxar a sua fortuna e acabar com o ‘bolsa empresário’, disse Boulos.

Marina falou em um pacto de união nacional e defendeu que a Justiça puna suepeitos de corrupção com foro privilegiado, citando os senadores Aecio Neves e Renan Calheiros e o ministro de Temer, Moreira Franco e Renan Calheiros.

Alvaro Dias, Meirelles e Geraldo tiveram uma participação apática, refletida nas pouquissimas interações do Twitter.

Sem Bolsonaro, o que ficou claro no debate é a miseria de argumentos dos representantes do campo da centro-direita contra uma visão mais inclusiva do campo oposto.

Que bom que os internautas conseguiram enxergar.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!