Com vacina em alta, mortes por Covid-19 caem 40% em São Paulo

Imagem: reprodução

Com a vacinação chegando perto dos 50% da população de São Paulo recebendo ao menos uma dose, o número de casos e de mortes por Covid-19 atingiu o patamar mais baixo em mais de 4 meses.

Levantamento feito pelo DCM mostra que a média-móvel de casos está em 9.497 na última sexta-feira (16).

É o menor índice registrado no estado desde 4 de março.

A queda é vista pela desaceleração da contaminação nas duas últimas semanas, já que a média no dia 02 de julho estava em 13.366, uma queda de 29%.

Se a comparação for feita com o mês anterior, exatamente no dia 16 de junho, a média de casos no estado de São Paulo estava em 18.217, a queda em trinta dias foi de 48%.

Não foram apenas os casos que caíram. As mortes estão sofrendo redução graças à vacina que Bolsonaro demorou para comprar. A média-móvel de óbitos por Covid-19 está em 337,14 em SP, a menor desde 11 de março.

Há duas semanas, as mortes estavam na média de 506,14, ou seja, em 14 dias o índice recuou 33%. Exatamente um mês atrás, a média-móvel de mortes estava em 563,57 no estado, o que significa que as mortes diminuíram 40%.

Internações também caem

A notícia boa é que os dados de queda de casos e mortes não são os únicos e mostram que as próximas semanas podem ser ainda melhores porque as internações, ou seja, casos mais graves da doença, também estão em queda no estado.

Atualmente, a média-móvel de internações por Covid-19 no estado é de 1567, menos índice desde 20 de fevereiro.

Há duas semanas, a média era de 2017, uma queda de 22%. Em 16 de junho, as novas internações estavam em 2572, ou seja, em trinta dias recuaram 39%.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!