Como Confúcio pode ser útil na sua carreira

Ler o grande filósofo chinês é mais útil que se atracar a livros de autoajuda

PHOTOLISTE_20090629135956_chine_confucius_600_

Quem deseja galgar os degraus corporativos talvez ganhasse mais lendo Confúcio (551-479 a.C.), o grande filosofo chinês, que os repetitivos manuais de conduta nas empresas. Confúcio deu graça e sentido à alma chinesa num tempo em que a China era um caos bélico. Ele pregou a ordem num lugar em que a desorganização contumaz e violenta tumultuava o desenvolvimento do país e a rotina das pessoas. Nenhum homem foi tão influente na China como ele.

O grande Confúcio, de quem se diz que tinha 2,30 metros, fez carreira notável como funcionário público no estado de Lu (hoje Xantung). Desistiu do cargo e abandonou a região quando viu que o soberano se entregara à devassidão. O chefe de uma região rival enviara ao libertino 30 mulheres lindas com a intenção de tirar seu foco administrativo. A ação foi um sucesso, a despeito dos esforços de Confúcio. Quando ele viu que seu chefe estava mais interessado nas mulheres do que no governo, foi embora. Lu se arruinou.

Respeitar as regras da sociedade é um dos conceitos cruciais do confucionismo. Por trás disso havia o objetivo de coibir as múltiplas revoltas que atormentavam os chineses. É nessa área de sua doutrina que se podem encontrar, 2500 anos depois, conselhos extremamente úteis para a sobrevivência na selva corporativa. Algumas amostras:

# “Depois de ouvir muita coisa, deixe de lado as duvidosas, diga as outras com moderação e você será pouco censurado. Depois de ter visto muito e considerado os exemplos dos antigos e dos modernos, deixe de lado o que pode ser perigoso e faça o resto com precaução. Se suas palavras atraem pouca censura e seus atos pouco arrependimento, os cargos lucrativos virão por si mesmos.”

# “Não lamente não ter um cargo e sim não se tornar digno dele; não sofra porque não o reconhecem, mas sim porque não merece ser reconhecido”.

#“Aquele que em suas atividades procura unicamente seus interesses próprios provoca muitos descontentamentos, porque ele prejudica os interesses dos outros”.

# “Aquele que se apressa demais não vai longe; aquele que procura pequenas vantagens perde as grandes coisas”.

# “Sob um bom comando, fale francamente e aja abertamente, sob um comando ruim, modere a língua”.

# “Quando você estiver diante de um homem distinto pela posição e virtude, evite três erros. Se você lhe dirige a palavra antes que ele lhe faça uma pergunta, é precipitação. Se, interrogado por ele, não responde, é falta de clareza. Se você lhe fala antes de verificar se ele está prestando atenção em você, é cegueira”.

Como Jesus, Sócrates e Buda. Confúcio não escreveu livros. Seus ensinamentos foram reunidos por discípulos. A essência de sua filosofia está nos Analectos, uma coletânea de reflexões (editoras Martins Fontes e Pensamento). Confúcio, como se disse, é interessante para quem está empenhado em fazer carreira numa empresa. Mas ainda é mais relevante para quem acha que a vida não se limita à carreira.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!