O helicóptero dos Perrellas persegue Aécio

Aécio com os Perrelas
Aécio com os Perrelas

Para usar a linguagem da internet, um texto do DCM viralizou ontem. Foi o que mostrava Aécio sendo interpelado, numa palestra no sul, por um estudante a respeito do helicóptero do pó.

Muitos outros sites reproduziram a nota. Foi o assunto do dia. Apenas no DCM, no momento em que escrevo, 30 000 pessoas já tinham curtido o texto no Facebook.

O que isso quer dizer?

Principalmente o seguinte: mesmo com o absoluto desprezo que a mídia dispensou ao caso, a imagem de Aécio ficou sensivelmente arranhada pelo escândalo.

Ninguém pode dizer, com seriedade, que Aécio tenha alguma coisa a ver com o helicóptero e sua carga.

Mas sua proximidade com os donos dos helicóptero, os Perrellas, expressa em tantas fotos de efusivo companheirismo que circulam na internet, está lhe cobrando seu preço.

Não adianta a mídia engavetar o caso, como se meia tonelada de pasta de cocaína fosse pouca coisa. A voz rouca das ruas não é boba.

Se o PSDB não estivesse tão desconectado dos brasileiros médios, a fama de playboy de Aécio teria sido um fator forte o bastante para que a ideia de sua candidatura fosse afastada, ou pelo menos mais intensamente estudada.

Quanto a fama é justa ou não é um ponto em aberto. Mas fatos como a recusa de Aécio em se submeter a um bafômetro e um vídeo no qual ele parece cambalear num bar no Rio não reforçam o perfil de homem austero que Aécio gostaria de possuir.

É verdade que o PSDB não tem tantos nomes assim, mas este é outro problema. Alguém falou em Serra? Não. Aécio só não é um candidato pior, no âmbito dos tucanos, do que Serra. (Serra é o oposto de Lula. Todos querem Lula candidato e Lula não quer. Ninguém quer Serra candidato e Serra quer.)

O PSDB caminha para o cemitério velozmente. Sua única chance de renascer seria com alguém novo, capaz de dizer coisas que empolguem não a banqueiros ou grandes empresários, mas ao povo.

Quem?

Se a resposta não for encontrada, o PSDB tem sérios problemas no capítulo da sobrevivência.

A Igreja Católica descobriu Francisco para se reinventar. Ou os tucanos acham o seu Francisco ou simplesmente se extinguirão.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!