Comparar o punho cerrado de Genoino e Dirceu a Hitler é talvez a maior canalhice da internet brasileira

As piadas com Freddie Mercury, John Travolta e Anitta foram engraçadas. Ainda mais porque Genoino laçou no pescoço um lençol bordado em que havia impresso o “Poeminha do Contra” de Quintana. O tal humor involuntário. Enfim.

Mas aí veio a canalhice inconteste daqueles que estão usando o gesto de erguer o braço esquerdo para comparar Dirceu e Genoino a – claro, como não – Adolf Hitler. Um humorista está chamando o braço erguido de “gesto sagrado entre genocidas e ditadores”.

E tome montagens comparando os petistas enclausurados a Hitler, Lênin, Fidel Castro etc etc. A imagem abaixo acompanha o arrazoado bobo de um blogueiro da Veja, um post que é um daqueles trabalhos preguiçosos de copiar e colar memes de internet.

punho

Calma, gente. Pera lá. O gesto de erguer um dos braços deve ser tão velho quanto os nossos braços. Não sou especialista em neurolinguística, mas sabemos o que um braço erguido traduz: poder. O gesto alude à resistência, à vitória, ao êxito na batalha, enfim. Sem dizer que faz parte da continência militar (antes de tocar a testa, o subordinado estica o braço acima do ombro).

A propósito, a saudação do Terceiro Reich era feita de mão espalmada e com o braço direito (a foto em preto e branco de Hitler de punho cerrado, usada nas montagens, é dos ensaios que fazia de seus discursos antes de se tornar fürher; fotos estas que estavam inéditas até julho deste ano). A dupla do PT usa o braço esquerdo e o punho fechado. Se lembra algum gesto, até pelo modo como ambos condenados abaixaram suas cabeças, Genoíno e Dirceu parecem citar os Panteras Negras, o movimento socialista negro americano, que os atletas americanos Tommie Smith e John Carlos fizeram num pódio dos Jogos Olímpicos de 1968, no México.

punho2

Vamos, por que não, a alguns exemplos mais? De políticos que qualquer um ligaria ideologicamente a Lênin e Castro. Começamos por Richard Nixon. De todos os comunistas e nacional-socialistas, este era um dos que mais adorava o gesto, usando um ou dois braços.

punho3

Vamos mais à esquerda: aqui o ex-presidente americano George W Bush, sobraçando um cachorrinho, sem dúvida saudando suas bases durante um discurso na sede do Partido Comunista dos Estados Unidos.

punho4
Agora, só não me pergunto por que não se lembram de duas figuras amadas que também eram chegadas num punho cerrado. Vejam só:

punho5punho6
Enfim: esse gesto não simboliza absolutamente nada além de que o personagem quer demonstrar força, que resta nele a vontade de lutar, que deseja saudar seus companheiros.

Não tenho muito o que dizer que não seja: você que está fazendo ou espalhando essas montagens, tome vergonha na cara e vá defender seu ponto de vista usando argumentos, não trucagens ridículas e que pare de poluir a internet dos outros com propaganda de quinta categoria.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!

18 COMMENTS

  1. Não sei que foi o imbecil mentecapto que fez essa comparação com Hitler, mas desde já deixo meu repudio contra essa criatura vil e abjeta.Sem entrar no mérito se Genoino é culpado ou não, mas ele tem uma historia admirável de luta por justiça e por seus ideais, ao contrário de quem quer rebaixa-lo.

    • Sem nada a acrescentar, Pedro. Seu comentário traduz a indignação que surge em todos nós com tal comparação.

      Grande Abraço

    • Entrando no mérito se ele é culpado ou não. Afinal ele está preso. Por um crime não comprovado, que somente num tribunal de exceção poderia ser condenado. Se ele é culpado ou não é relevante. E muito. A indignação não deve ser isolada com essa atitude da mídia em mais uma manobra sórdida para dar continuidade ao massacre, de humilhá-lo, tripudia-lo. É só se colocar na posição dele. Um inocente preso. Deve estar menos incomodado com a imbecilidade desse episódio, do que por tudo que passou e continua passando. Nos últimos 7 anos foi torturado. Gerar e compartilhar a dúvida da inocência dele, ou considera-la irrelevante, é um triunfo para o golpismo. E de certa forma, é sentir indignação pela mídia, e ao mesmo tempo, concordar com o papel que ela vem desempenhando nessa vergonhosa página na História da Democracia.

      • Isso mesmo, Gilson, devemos ter sempre em mente que foi um julgamento de exceção e refletir muito sobre a gravidade deste episódio. Membros do STF fazendo de tudo para condenar os réus, ignorando um dos fundamentos do direito brasileiro, “na dúvida pro réu”!

  2. É incrivel como não basta prender inocentes sem provas. Tem que matar! Eu tenho medo desse pessoal tomar o poder. Vou lutar 10x mais para isso não acontecer.

    • A direita pira, os reaças se desorientam com uma notícia dessas, simplesmente não conseguem entender. Eu já sou ligada ao PC do B partido que dá apoio total ao PT.

  3. Ainda há quem tenha dúvidas sobre a inocência ou culpa de Genoíno. Ele ocultou o quê, que deveria ser mostrado? Ele falsificou o quê? Ele roubou o quê? Ele favoreceu indevidamente quem? Bahhhh…

    • O que esperar de um tapado que acha , como Olavo de Carvalho, que o nazi-fascismo é uma ideologia de esquerda?Que não conseguiu responder questionamentos simples do Ciro Gomes?Que o Welfare State é ilusão?

    • meu deus, li o texto e fiquei pasma. além de ser uma patologia, ver a esquerda em toda parte, é, claro, desonestidade, pois escolhe não entender a tentativa de entender para lidar com esse sério problema.

      agora, veja só um dos comentários:

      “Só uma coisa: Se gay pode transar, “ter filho” e casar, porque um pedófilo não pode pelo menos refletir todo seu amor por uma criança.

      Se pedofilia é contra a natureza das coisas, homem com homem e mulher com mulher também deveria ser, ai todo mundo poderia viver do jeito que tem que viver. H com H e M com M da mesma idade. Para um gay não sentir afeto por outro gay deve ser impossível, é o mesmo para um pedófilo não sentir afeto por uma criança. Não é doença é algo que já nasceu com ele, não é assim que muito gay fala. “Não é doença e algo que já nasceu comigo”…

      Tenho certeza que se não há maus tratos ou abuso, não tem porque ser considerado um ato de violência. Tem muita gente que apoia relacionamento gay e é contra pedofilia, não entendo isso… Qualquer demonstração de amor das duas partes é válida, desde que não tenha violência”

      *******
      Quanta ignorância!

  4. Essa exploração do ódio, maniqueísmo, transformação do julgamento em show, não está gerando votos para a direita, mas pode criar Breiviks, malucos, querendo “fazer justiça”. Acho que a “grande mídia” está chocando o ovo da serpente.

  5. Segundo o Danilo Gentili, o cracaço Reinaldo, do Atlético Mineiro, seria um seguidor do nazismo. É brincadeira um humorista mais raso do que chafariz de pracinha tenta falar de assuntos que não domina.

Comments are closed.