Conheça o game brasileiro 99Vidas, que levantou R$ 100 mil em crowdfunding e esgotou em 8 minutos. Por Zambarda

Jogo brasileiro 99Vidas. Foto: Divulgação

Cerca de 300 desenvolvedoras brasileiras compõem a cena brasileira de jogos digitais, mas uma delas criou um game que alia tanto uma comunidade digital viva quanto uma ideia simples.

Originalmente, o 99Vidas é um podcast, um programa de áudio, criado pelos blogueiros e produtores de conteúdo Jurandir Filho (Cinema com Rapadura) e Israel “Izzy” Nobre (HBDia) em 2010. Com a adição de Bruno Carvalho e Evandro Freitas, a iniciativa consegue 150 mil downloads semanais falando sobre videogames novos e antigos.

Em 2015, os comunicadores fizeram uma parceria com a desenvolvedora QUByte de São Paulo para criar um game baseado no próprio podcast. Sem uma grande história, 99Vidas tornou-se jogo simples disponível para PC (via sistema Steam), PlayStation 4, PSVita, Xbox One e PS3 no ano seguinte.

Ele é fortemente inspirado em jogos de plataforma que se consolidaram nos anos 80 e 90, como Double Dragon, Final Fight, Golden Axe e Streets of Rage. Trata-se, portanto, de um representante do gênero beat ’em up, ou seja, basta mover o personagem em duas dimensões no cenário da esquerda para a direita e ir eliminando os adversários e chefes.

E o motivo para o sucesso do game foi sua campanha de crowdfunding no site Catarse em 2015, que reuniu 2392 apoiadores e somou R$ 127.310 mil de uma meta de originalmente R$ 80 mil, chegando a uma taxa de sucesso de 159%.

A campanha era na modalidade “tudo-ou-nada”. Se os criadores não atingissem a meta, teriam que desistir do projeto.

Como premiações, os doadores que deram R$ 50 poderiam participar dos testes do game. Quem doou R$ 100 ou mais, recebeu itens de colecionador baseado nos integrantes do 99Vidas.

Mas o sucesso deles não ficou apenas nos milhares de reais iniciais.

Alta vendagem em cima dos ouvintes de podcast

Jogo brasileiro 99Vidas. Foto: Divulgação

Podcast, tal como um programa de rádio, é um tipo de mídia que, assim como o YouTube, fideliza a audiência se é feito com periodicidade e qualidade. Os milhares de ouvintes se converteram em compradores do game 99Vidas entre 2016 e 2017.

Na pesquisa feita pelo site Geração Gamer realizada em agosto de 2015, o game acumulou 534 votos de 656 dos leitores antes mesmo de estar finalizado. Naquele período, uma demo dele foi exibida na Brasil Game Show em São Paulo.

A QUByte, desenvolvedora experiente, já havia exibido games brasileiros na E3, a maior feira de jogos do mundo, incluindo o título Recruits. Não eram novatos no cenário.

Ao site Drops de Jogos, a desenvolvedora e a empresa alemã Strictly Limited Games confirmaram que a versão de colecionador do 99Vidas neste começo de 2018 esgotou em apenas oito minutos nas vendas. As companhias afirmaram que as transações geraram R$ 350 mil em receita bruta na comercialização iniciada em 28 de janeiro.

Os criadores do 99Vidas acreditam que todas as vendas devem somar R$ 1,5 milhão. Novas versões do game devem chegar no novíssimo Nintendo Switch e nos celulares com sistemas Android e iOS.

E como é o game em si?

Jogo brasileiro 99Vidas. Foto: Divulgação

O jogador deve escolher entre Jurandir, Izzy, Evandro e Bruno para bater em inimigos nas ruas do Brasil. Cada um deles tem um poder elemental – eletricidade, água, ar e fogo. Conforme você derruba inimigos, aumenta sua barra de especial, e pode pegar comidinhas para melhorar de vida e aguentar mais porradas.

Os comandos são soco, chute, pulo e especial. Só.

Se o seu personagem acumula mais experiência, ele destrava habilidades e combos especiais. Mas o jogo não passa disso e você deve avançar, esquivar de ataques e esmurrar botões até derrotar todos os inimigos.

Não é um game para pensar muito. No entanto, ele prova que um título brasileiro, com fãs fiéis, é capaz de acumular milhares de reais e esgotar cópias em minutos.

É uma fórmula que alia um jogo divertido com uma comunidade fiel.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!