Copa dos Refugiados reúne seleções de imigrantes que vivem em Pernambuco

Publicado originalmente no Brasil de Fato:

No domingo (15) a Arena de Pernambuco, em São Lourenço da Mata, sedia a 1ª Copa dos Refugiados e Imigrantes do Nordeste. Seleções da Venezuela, Angola, Cabo Verde e Senegal disputam semifinais e final no mesmo dia. As portas estarão abertas a partir das 8h da manhã e para entrar basta levar 1kg de alimento não perecível.

Às 8h30 da manhã a Copa é aberta pelo duelo Angola x Senegal. Os jogos terão duração de apenas 50 minutos. Às 9h30 entram em campo Venezuela e Cabo Verde. Definidos os vencedores, as duas seleções finalistas disputam o título regional a partir das 11h. Apesar de ocorrer pela primeira vez em Pernambuco, o torneio é realizado anualmente desde 2014 no Brasil.

Torneios similares ocorrem em São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Rio Grande do Sul e no Distrito Federal. Os campeões de cada estado se classificam para a etapa nacional da competição, que acontece no mês de novembro no estado do Rio de Janeiro.

A Copa dos Refugiados e Imigrantes 2019 deve reunir 1.120 atletas amadores de 39 nacionalidades em todo o país. Nos outros estados, além de seleções das mesmas quatro nacionalidades presentes no torneio pernambucano, há ainda equipes do Haiti, Colômbia, Guiné, Congo, Gana e Paquistão, entre outros.

O tema da competição este ano é “reserve um minuto para ouvir uma pessoa que deixou o seu país”. O evento é promovido pela organização não-governamental África de Coração e conta com o apoio da Organização das Nações Unidas (ONU), através do seu Alto Comissariado para Refugiados (ACNUR). Os organizadores acreditam que a competição ajuda a reduzir preconceitos como o racismo e a xenofobia sofrida pelos imigrantes.

Em Pernambuco a Copa é organizada por um comitê composto pelo Governo do Estado, pelo Ministério Público de Pernambuco (MPPE), Defensoria Pública da União, pela instituição católica Cáritas, as ongs Gade e Eacape Cidadania Africana, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-PE), Federação Pernambucana de Futebol (FPF), além do Clube Náutico Capibaribe e o Sport Club do Recife.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!