Coronel favorável à intervenção militar é retirado da praia algemado após desacatar PMs

Coronel é detido ao se recusar a sair da praia de Ipanema

Euro Brasilico, tenente coronel reformado da Aeronáutica, agrediu dois PMs ao se recusar a deixar a praia de Ipanema, na manhã desta segunda-feira (23), na Zona Sul do Rio.

Os policiais estavam em patrulhamento para impedir que banhistas frequentassem a praia, para a prevenção do novo coronavírus.

Brasilico, que estava acompanhado de sua mulher, foi abordado pelos militares e se recusou a deixar o local.

“Não vou sair, não põe a mão em mim, sou coronel da FAB e vocês podem se prejudicar caso minha esposa passe mal”, disse ele.

Ao chamar uma viatura para levar Euro para a delegacia, um dos policiais foi agredido na cabeça.

O coronel resistiu à prisão e ainda chamou os agentes de “comunistas”.

Ele foi encaminhado para a 14ª DP e o caso foi registrado como desacato, desobediência e resistência.

Euro Brasilico é bolsonarista e cidadão de bem. Nas redes sociais, firma seu apoio à intervenção militar.

Foto: Reprodução/Facebook

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!