Coronel Ibis ao DCM: ‘Honro a farda e aprendi que a PM é importante elemento de coesão social’

Coronel Ibis Pereira

O PM e youtuber Gabriel Monteiro, uma espécie de Mamãe Falei carioca,  teve o porte de arma suspenso e corre o risco de ser expulso da polícia militar do Rio.

A decisão foi tomada após sindicância interna e publicada no Boletim  da corporação na última quarta-feira (04). Informa que Monteiro se passou por um estudante para conseguir  “simular uma entrevista” com Íbis Pereira, na porta da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), postada sem autorização no Youtube, onde acusa o ex-comandante geral da PM de ter relação com o Comando Vermelho, entre outras barbaridades.

O caso foi parar nos assuntos mais comentados do Twitter. Gregório Duvivier elogiou a conduta do coronel e foi atacado pelo vereador Fernando Holidey, de São Paulo, colega de Gabriel Monteiro no MBL.

No início da noite desta quinta, 5, coronel Ibis mandou a seguinte nota para o DCM.

Nota Pública – Posicionamento Coronel Ibis Pereira

Questões internas das corporações militares não devem ser comentadas publicamente por seus agentes. De qualquer maneira, um policial que acusa o outro sem fundamento e materialidade joga contra a memória e honra da corporação. Trata-se de uma ação leviana, descomprometida com o bem da instituição, em busca de holofotes em um ano eleitoral.

Nesses 33 anos de Polícia Militar,  eu honrei a farda e aprendi que a corporação é um importante elemento de coesão social. Um policial precisa ser, acima de tudo, alguém que cuida da lei e da sociedade, não que a transgride para fins de projeção pessoal. O que torna essa profissão incompatível com qualquer tipo de desrespeito com relação ao outro.

Acredito no diálogo como um elemento fundamental para aproximar as pessoas. Nunca me neguei a dialogar na esfera pública, de forma democrática e civilizada, como um bom policial deve fazer.

Tenho, como cidadão, o dever de manter o respeito como diretriz de minha conduta, bem como tenho o direito e o compromisso de garantir que minha história de vida, pessoal e profissional, não seja difamada.

Coronel Ibis Pereira

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!