Cristina Kirchner vice, um exemplo de desprendimento e grandeza. Por Gilberto Maringoni

A ex-presidente Cristina Kirchner durante campanha ao Senado em 2017
Imagem: Eitan Abramovich/ AFP

Mesmo à frente das pesquisas, Cristina Kirchner sabe que seu nome pode provocar arestas em algumas áreas da coalizão progressista a ser montada para a disputa presidencial de outubro.

Na manhã deste sábado, tomou decisão sábia e corajosa: concorrerá como vice, na chapa encabeçada por Alberto Fernández, ex-chefe de gabinete do presidente Nestor Kirchner (2003-07).

Cristina dá um exemplo de desprendimento e grandeza ao não tentar hegemonizar a esquerda e as forças democráticas.

Não situa seu nome no centro da conjuntura ou acima do país.

Não se arrisca a colocar tudo a perder numa situação de avanço da direita e da extrema-direita no continente.

Líder não é astro-pop.

Um exemplo para lideranças ao redor do mundo!

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!