Dallagnol a Moro: “Aha uhu o Fachin é nosso”. Cabe ao ministro do STF confirmar o crush

Fachin

Nos novos diálogos do Intercept publicados pela Veja, a certeza dos procuradores de que tinham um amigo no STF:

As conversas entre membros do Ministério Público Federal assumem várias vezes o tom de arquibancada, com os membros da força-tarefa vibrando e torcendo a cada lance da batalha contra os inimigos.

Em 13 de julho de 2015, Dallagnol sai exultante de um encontro com o ministro Edson Fachin e comenta com os colegas de MPF: “Caros, conversei 45 m com o Fachin. Aha uhu o Fachin é nosso”. 

Repetindo: Aha uhu o Fachin é nosso.

Que conversa animadora foi essa?

Fachin, como se sabe, é o relator da Lava Jato no Supremo, uma espécie de carimbador maluco que aprova tudo o que vem da República de Curitiba.

Cabe ao ministro Fachin confirmar, agora, o crush de Dallagnol.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!