Dallagnol: Moro ficou “putin” com pedido da Defesa de Lula para ouvir Tacla Duran

Sergio Moro e seu terror: o advogado Tacla Duran

Por Henrique Nunes, especial para o DCM
e Vinícius Segalla, editor do DCM

Conversas do dia 27 de agosto de 2017 entre procuradores da Lava Jato, anexadas em petição da Defesa de Luiz Inácio Lula da Silva protocolada no STF (Supremo Tribunal Federal) nesta quinta-feira (4), revelam que o ex-juiz Sergio Moro “ficou putin” com a solicitação dos advogados do ex-presidente para ouvir o advogado Rodrigo Tacla Duran em um processo sobre um terreno da Odebrecht que a força-tarefa tentava fazer crer ter sido doado ao Instituto Lula.

Naquela data, os procuradores da Lava Jato repercutiram nota publicada pela Folha de S. Paulo sobre o pedido da Defesa de Lula para que uma testemunha que iria depor no dia seguinte fosse substituída por Tacla Duran. No diálogo, o procurador Deltan Dallagnol usa trocadilho com o nome do presidente da Rússia, Vladimir Putin (o apelido de Moro nas conversas é Russo) para ilustrar a reação do ex-juiz ao saber do pedido da Defesa.

• 16:59:00 (interlocutor não identificado) Lula indica advogado que acusa amigo de Moro como testemunha
– 29/08/2017 – Mônica Bergamo – Colunistas – Folha de S.Paulo
http://m.folha.uol.com.br/colunas/monicabergamo/2017/08/1913999-lulaindica-advogado-que-acusa-amigo-de-moro-como-testemunha.shtml
• 17:10:31 Posso dizer no Facebook que é engraçado e conveniente como a
coluna social da Mônica Bergamo cria uma notícia e depois “ganha” o furo
de que a notícia será usada por um réu?
• 17:18:19 Deltan: Eu não ampliaria a discussão. Não daria mais ibope pra
isso.
• 17:18:39 Deltan: Não achei também sua manifestação suficientemente
desmoralizadora rs.
• 17:19:07 Laura Tessler: tb não acho que mereça mais comentários
• 17:19:15 Deltan: Vi que Putin ficou bem putin com isso, mas não faria
• 17:19:20 O Russo achou a mesma coisa. Aliás, já indeferiu

Trecho de documento protocolado nesta quinta pela Defesa de Lula no STF (Crédito: STF)

A reação de Moro é justificável. Duran foi advogado da Odebrecht e já acusou, em juízo, a Lava Jato de falsificar documentos e de orientar delações. Outro fato que sempre causou temores no ex-juiz é o de Duran ter acusado o também advogado Carlos Zucolotto, amigo pessoal de Moro, de ter intermediado negociações paralelas à força-tarefa.

Duran chegou a tentar fazer acordo de delação premiada, mas teve seu pedido negado pelo Ministério Público Federal. O advogado também teve a prisão decretada por Moro e a foi detido na Espanha no fim de 2016 – só para ser solto um mês depois.

De lá para cá, o advogado concedeu inúmeras entrevistas em que acusa tanto Moro quanto a Lava Jato de agirem ao arrepio da lei. Em junho de 2020 ele usou as redes sociais para mandar recado ao ex-juiz, que acabara de conceder entrevista à Folha de S. Paulo. “O indivíduo que tem medo de ser investigado, tem que sair da vida pública. “Medo = sentimento de grande inquietação ante um perigo real ou imaginário; susto, pavor, temor, terror” segundo o Mestre Aurélio.”

A nova leva de mensagens de aplicativo está sendo divulgada desde o dia 1º deste mês, após o ministro Ricardo Lewandowski levantar o sigilo e liberar para a Defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva acesso ao conteúdo das conversas entre os integrantes da Operação Lava Jato que foram analisadas por peritos da Polícia Federal.

Além das prováveis consequências futuras, como a suspeição do ex-juiz ou a anulação dos processos em que ele participou como juiz e procurador informal, a divulgação dos diálogos já começou a causar estragos. Na manhã desta quarta (3), o MPF anunciou que a força-tarefa seria incorporada ao Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) – ou seja, a Lava Jato deixou de existir nos moldes como era conduzida até então.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!