Damares Alves tem nova visão, mas agora longe da goiabeira: diz que há risco de legalização da pedofilia no Brasil

Damares

Damares Alves, ministra de Jair Bolsonaro, diz que há ameaça de legalização da pedofilia no Brasil. De onde ela tirou isso? Sem citar nomes, afirma que assessores do Senado discutem a apresentação de um projeto de lei para baixar para 10 anos a idade para consentir no relacionamento sexual.

Nunca houve essa discussão.

Damares parece dar vazão à sua mitomania e, com isso, fazer sucesso num governo notório pelas fake news.

O pior é que, nessa período de trevas da política brasileira, Damares Alves se destaca com uma das ministras mais populares. Depois de Moro, aparece ela.

Faz sentido.

O repórter do Correio Braziliense perguntou, a propósito de sua campanha pela abstinência sexual:

A senhora pretende mudar o comportamento sexual dos brasileiros?

Damares respondeu:

Olha, me sobrou uma fatura. A fatura está aí. O que está sendo posto até agora não está dando muito certo. A gravidez precoce está crescendo de uma forma absurda. E mais do que a gravidez precoce, as doenças sexualmente transmissíveis. Sabiam que estamos em epidemia de sífilis? O Unicef apresenta o relatório da idade média de iniciação do sexo no Brasil: menina está com 13,9 anos, e menino, 12,4 anos. Imaginem comigo: o Código Penal Brasileiro fala que é estupro transar com uma criança com menos de 14 anos. A idade média do sexo caiu para 12. Aí, nós temos uma proposta no Senado, o PLS 236/2012, para diminuir, no Código Penal, a idade do consentimento para 12. E, isso, quando a idade (média de iniciação do sexo) ainda era 13. Já caiu para 12. Está lá no relatório do projeto de lei. O relator rejeitou, manteve 14. Mas nem foi apreciado o voto do relator nem foi apreciado o projeto inicial. Eu saí do Senado em dezembro de 2018. Nos corredores, já se falava, entre assessores, da possibilidade de apresentar uma emenda para diminuir para 10 (a idade do consentimento). O que se faz com isso? Legaliza-se a pedofilia. Então, eu preciso reagir.

Com a declaração, Damares, assim como Moro, mantém sua popularidade no eleitorado desinformado.

O Brasil vive hoje uma fase a ignorância tem triunfado.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!