DCM Café da Manhã: Em livro, Moro confessa ter prevaricado para salvar filhos de Bolsonaro

Veja o DCM Café da Manhã
DCM Café da Manhã: Em livro, Moro confessa ter prevaricado para salvar filhos de Bolsonaro. Foto: Reprodução/DCMTV/YouTube

Moro é assunto. AO VIVO. Leandro Fortes analisa as últimas notícias e conversa com o economista Elias Jabbour. Moderação: Sara Goes.

LEIA MAIS:

1 – AO VIVO: Lula concede entrevista à Rádio Gaúcha

2 – Reitor da Unisinos rejeita medalha de Bolsonaro

3 – Lula e Alckmin se encontram pela primeira vez para discutir eleições de 2022

Moro e seu livro

Sergio Moro anuncia hoje um livro memórias “Contra o Sistema da Corrupção” (editora Sextante/Primeira Pessoa, R$ 49,90 a versão impressa e R$ 29,99 o ebook, 288 páginas). O lançamento será em 2 de dezembro e a revista Veja teve acesso antecipado ao conteúdo e conversou com o próprio.

Pela primeira vez, ele admite que errou ao aceitar se tornar ministro da Justiça de Bolsonaro. Ele diz que sabia antes do perfil misógino e homofóbico do presidente, mas se frustrou “pela sequência de boicotes à pauta anticorrupção”, pelo surgimento do caso Queiroz e pela aliança com parlamentares corruptos.

“Mais de 57 milhões de brasileiros escolheram o presidente e havia uma esperança de que poderia dar certo. [Pensar que] vamos ajudar o país, vamos construir algo melhor é algo que mexe com a sua alma. Teria dado certo se eu tivesse tido o apoio do Planalto”.

Ele diz que sempre cultivou o desejo de ser escolhido ministro do STF e chegou a ser aconselhado por amigos a estabelecer a nomeação à Corte como pré-requisito para entrar no governo.

O ex-ministro disse que rejeitou o aconselhamento e afirmou que foi “ingênuo” ao acreditar que sua indicação viria “naturalmente” se desempenhasse um bom trabalho no ministério.

Participe de nosso grupo no WhatsApp clicando neste link 

Entre em nosso canal no Telegram, clique neste link

Veja o DCM Café da Manhã