Defesa de Lula busca estender suspeição de Moro para os casos do sítio e do Instituto

Moro e Lula

Da Sputnik Brasil:

Os advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva entraram com um pedido de habeas corpus, que pretende estender o reconhecimento da parcialidade do ex-juiz Sergio Moro também para os casos do sítio de Atibaia e da sede do Instituto Lula.

O pedido foi direcionado nesta quinta-feira (1º) ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, sob a justificativa de que, uma vez declarada a suspeição do ex-juiz no processo do tríplex, se faz necessária a revisão outros processos. As informações foram publicadas pelo portal G1.

“Torna-se imperiosa a extensão da ordem de habeas corpus às demais acusações lançadas contra o paciente [Lula] que estiveram sob a condução enviesada de Sergio Fernando Moro, decretando-se, por conseguinte, a nulidade de todos os atos pré-processuais e processuais perpetrados em tais feitos”, escreveu a defesa.

​Segundo os advogados, os argumentos citados para declarar a parcialidade do ex-juiz também poderiam ser usados nos outros três processos.

“Mostra-se impossível dissociar-se a suspeição do ex-juiz federal Sergio Moro— já reconhecida por essa Colenda Segunda Turma desse Supremo Tribunal Federal, das outras duas ações penais”, acrescenta.

A Segunda Turma do STF declarou, por 3 votos a 2, no dia 23 de março, que Sergio Moro foi parcial na condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no caso do triplex do Guarujá.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!