DEM unido, Bolsonaro perdido. Por Alberto C. Almeida

Publicado originalmente no blog de Alberto Carlos de Almeida

Por Alberto Carlos de Almeida

Os dois políticos que estavam com Mandetta no Ministério da Saúde eram o baiano José Carlos Aleluia, deputado federal por vários mandatos e muito ligado a ACM Neto, e o paranaense Abelardo Lupion, que foi o mais importante articulador da eleição de Davi Alcolumbre para a presidência do Senado Federal. Seu filho, o deputado federal Pedro Lupion, é vice-líder do governo na Câmara dos Deputados.

Esse breve relato factual revela tanto a união do DEM quanto a incapacidade política de Bolsonaro. O Presidente da República tem hoje somente uma ministra que desfruta de laços políticos com a Câmara, Tereza Cristina da Agricultura. Ele abriu mão sem nenhuma justificativa razoável de um ministro que tinha amplo apoio político na Câmara e no Senado. Mandetta tinha a simpatia e o apoio dos presidentes das duas casas legislativas.

Os políticos jogam xadrez, já Bolsonaro é um simples jogador de damas. O que vimos hoje é que mesmo jogando damas, ele é bem fraquinho.

PS.: a posse do novo Ministro da Saúde não foi prestigiada pelos ministros militares do governo.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!