“Democracia em Vertigem”, sobre o golpe de 16, é indicado ao Oscar

O belo e dolorido “Democracia em Vertigem”, de Petra Costa, vai concorrer ao Oscar na categoria de Melhor Documentário, anunciou hoje a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas.

Distribuído pela Netflix, o filme retrata o golpe em Dilma Rousseff, em 2016, e a ascensão da extrema-direita até a eleição de Jair Bolsonaro em 2018.

Foi consagrado no exterior.

Já teve exibição no Museu de Arte Moderna (MoMA), de Nova York, com apresentação de Spike Lee, de “Infiltrado na Klan” e “Faça a Coisa Certa”, entre outros, que elogiou a visão de Petra diante da “ascensão do fascismo”.

Petra narra, em primeira pessoa, a destruição de um país. É pessoal e universal. Mais triste que “Titanic”.

Uma vitória, desde já, sobre o obscurantismo bolsonarista e seu ódio à cultura.

Vai concorrer com “American Factory”, “The Cave”, “For Sama” e “Honeyland”.

Merecidíssimo.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!