Primeira mão: Dinamarca deve anunciar doações ao Fundo Amazônia

Atualizado em 16 de julho de 2023 às 14:21
Lula e delegação brasileira chegaram a Bruxelas neste domingo. Foto: Ricardo Stuckert

A participação do Brasil na Cúpula Celac-União Europeia, realizada em Bruxelas nesta segunda e terça-feira, deve ser a ocasião de pelo menos dois anúncios.

Segundo fontes diplomáticas ouvidas pelo Diário do Mundo, a Dinamarca deve anunciar que vai investir no Fundo Amazônia. A primeira-ministra do país Mette Frederiksen tem reunião com Lula nesta terça-feira.

A expectativa é que um segundo país europeu também anuncie novos investimentos no fundo. O país não foi especificado pelas fontes diplomáticas ouvidas pelo DCM.

Alemanha, Noruega, Estados Unidos e Reino Unido já fazem parte do programa.

De acordo com as mesmas fontes, há uma grande disposição dos países europeus a fazer doações para o fundo.

A cúpula Celac-UE é a primeira desde 2015 chefes de Estado de 33 países da América Latina e Caribe (comunidade criada por Lula) e 27 países membros da União Europeia foram convidados.

A União Europeia tem relação privilegiada com Brasil e México na América Latina. Como o presidente mexicano Andrés Manuel Lopez Obrador não deve estar presente, fontes diplomáticas dizem que Lula será a “estrela” latino-americana.