Dissertação de mestrado de Decotelli na FGV tem indícios de plágio, mostra professor

O professor do Insper, Thomas Conti, cientista de dados e doutor em Economia, flagrou trechos suspeitos de plágio na dissertação de mestrado feita em 2008 pelo novo ministro da Educação, Carlos Decotelli.

Thomas apontou algumas longas partes do texto extraídos de outras publicações, incluindo um registro na Comissão de Valores Imobiliários, sem citação. Ele então usou o trabalho de Decotteli em um software de detecção de plágio, que apontou para 12% de seu conteúdo como cópia do CVM.

Confira abaixo:

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!