Dos 500 vídeos mais “relevantes” no YouTube sobre a covid, 490 são negacionistas

Dos 500 vídeos mais “relevantes” no YouTube sobre a covid, 490 são negacionistas. Foto: Reprodução/Twitter

O pesquisador de redes sociais Fabio Malini, responsável por gráficos sobre assuntos relevantes no Twitter, fez um fio (thread) importante sobre negacionismo no YouTube.

Leia:

“Termos de falar sobre Youtube e mentiras espalhadas milhões de vezes por lá. Extraí os 500 vídeos considerados de maior relevância sobre “tratamento precoce” contra covid-19.

É um desastre. Com exceção do canal ‘Olá, ciência’, há uma ecologia da desinformação da cura milagrosa.

Os canais fazem lives, entrevistas e outros bichos para “demonstrar” evidências do milagre da profilaxia governista. No vídeo mais visto o médico ensina sobre dosagens, numa espécie de tutorial do milagre médico, com quase 1 milhão de views.

Fiz a rede de recomendações dos 500 vídeos. OU seja, se você assistir um deles, o Youtube vai lhe indicar outros, criando uma rede do milagre tosco.

Este canal, um dos principais hubs da rede, agrega inúmeras “informações” sobre a profilaxia, provando que o tema atrai engajamento e visualização, logo monetização.

Lucy KerrCanal sobre elastografia e medicina diagnósticahttps://www.youtube.com/user/portallucykerr/videos

Há de se destacar a verdade traziada pelo canal “Olá, ciência”, com seu vídeo explicativo sobre a ivermectina, alcançando mais 720 mil views.

Mas restam outros 490 vídeos, considerados mais relevantes, que atingiram até aqui quase 10M de visualizações.

Daí você pode pensar que esses vídeo só são recomendados por aqueles 490 canais. Não, definitivamente. Porque analisando para quem esses 490 canais são recomendados, a rede do tratamento precoce se expande para quase 3 mil canais.

Claro! Há o Drauzio ali, há o Olá ciência, há a BBC News, servindo ali de “mosca na sopa”, esgrimando, e sendo recomendados. Mas o esforço é INÚTIL. Porque o “tratamento precoce” vai se misturar tb com vídeos de defesa do governo Bolsonaro no sistema de recomendação do YT.

Desculpas pela sobreposição do rótulos no grafo, que expressam o nome dos vídeos, q derivam dos 3 mil canais, mostrando a “formação discursiva” do qual faz parte o tratamento precoce. Os vídeos se entrelaçam. De uma coletiva do Min. Saúde, vc chegará a um video do tratam precoce.

Não adianta a gente só pensar em uma plataforma, porque tudo se interliga entre várias delas. O que está no YT vem pra cá, que vai pra ali no Face. E a roda da grana é girada.

Plataformização nada mais é que um eufemismo para uma coisa chamada capitalismo.

Na prática, quem se dedica mais a ficar no YT horas a fio (crianças e adolescentes, idosos) vai ser bombardeado por um sistema de recomendação que não tem preocupação em curar rapidamente a informação na plataforma”. 

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!