É como se Lula tivesse ficado esperando o Danilo Gentili. Por Moisés Mendes

Atualizado em 22 de maio de 2023 às 14:46
O presidente Lula (PT) e o presidente da Ucrânia, Volodomyr Zelensky
Foto: Reprodução/Montagem

Não consigo me livrar da imagem que surge diante de mim toda vez que vejo Volodymyr Zelensky.

Imagino Danilo Gentili. É como se fosse possível, numa hipótese assustadora, que um dia Gentili fosse o nosso Zelensky.

Se o Brasil já teve o genocida, tudo é possível.

Não sei se exagero, mas os ucranianos têm, em meio a uma guerra, um Danilo Gentili como líder. Com a diferença, dizem, que Zelensky é um humorista talentoso.

Agora, em Hiroshima, Lula sentou e ficou esperando o Danilo Gentili. É muito estranho.

Falando à TV 247 sobre o que aconteceu no Japão, quando Lula levou um migué do ucraniano, o jornalista Breno Altman observou que Lula se referiu a ele dizendo que “é adulto e sabe o que faz”.

Altman disse que a tradução seria essa: “Esse cara não é sério”. Poderia ter dito que é fraco, ou despreparado ou simplório.

É o Danilo Gentili sentado ao lado dos líderes mundiais. Se fosse o Chico Anysio. O Grande Otelo, o Oscarito, o Didi. Seria até bom se fosse o Mazaropi. Mas o Danilo Gentili… É brabo.

Participe de nosso grupo no WhatsApp, clique neste link

Entre em nosso canal no Telegram, clique neste link