Eduardo Bolsonaro espalha fake news nas redes e diz que Lula quer “invadir igrejas”

Atualizado em 19 de agosto de 2022 às 18:04
Eduardo Bolsonaro
Deputado Eduardo Bolsonaro
Foto: Reprodução

O deputado federal Eduardo Bolsonaro publicou nesta sexta-feira (19) uma fake news nas redes sociais sobre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), principal rival do presidente Jair Bolsonaro (PL) nas eleições.

O post feito pelo parlamentar afirma que “Lula e PT apoiam invasões de igrejas e perseguições de cristãos”. A publicação ainda faz associações infundadas entre o PT e o governo da Nicarágua, que tem proibido manifestações religiosas no país.

A publicação com fake news ocorre na mesma semana em que o deputado bolsonarista Marco Feliciano (PL), pastor da Assembleia de Deus, admitiu difundir fake news entre religiosos de que o petista pretende fechar igrejas evangélicas caso vença a corrida presidencial.

A base bolsonarista tenta fixar a ideia de que Lula perseguirá os religiosos para manter esse eleitorado ao lado de Bolsonaro.

Lula aparece com alta rejeição entre o eleitorado evangélico, segundo a pesquisa Datafolha divulgada na quinta-feira (18). Mais da metade dos fiéis (52%) diz não votar de jeito nenhum no petista para a Presidência; 35% afirmam o mesmo em relação a Bolsonaro. A diferença entre os candidatos é de 17 pontos percentuais.

Atualmente, Bolsonaro conta com 49% das intenções de voto entre os eleitores evangélicos, contra 32% de Lula.

Apesar da grande rejeição entre esse público, o ex-presidente foi quem sancionou a lei da liberdade religiosa no seu primeiro ano de governo, em 2003. Ele também sancionou a lei que criou o Dia da Marcha para Jesus, em 2009, proposta do então senador Marcelo Crivella, que é bispo da da Igreja Universal do Reino de Deus.

Participe de nosso grupo no WhatsApp clicando neste link

Entre em nosso canal no Telegram, clique neste link