Eduardo Bolsonaro vai a evento em SC com estande de tiro para ensinar a “comprar e legalizar” armas

O deputado Eduardo Bolsonaro será a grande estrela do 1º Encontro do Instituto Conservador de Brusque (SC) no dia 8 de março.

A entrada custa 40 reais ou 20 reais mais um quilo de alimentos. Haverá sorteio de livros (provavelmente os clássicos de Olavo de Carvalho e de Rodrigo Constantino), show da banda Bastardos do Rock e um inevitável estande de tiro.

O tal instituto foi criado no dia 21 com a intenção de ”trabalhar em prol da direita e dos conservadores” — oficialmente.

No cartaz em que a deputada Ana Campagnolo (PSL-SC) empunha um revólver enorme está explicitada a verdadeira intenção.

O evento acontecerá na Fazenda Aero Amil, com a “recomendação” do uso de máscara, distanciamento social e álcool gel.

No estande, o público poderá tirar dúvidas quanto ao processo para adquirir e legalizar o armamento e ganhará dicas de como dar uns pipocos.

A ministra Rosa Weber, do STF, determinou na terça-feira (23) que Jair Bolsonaro explicasse, em até cinco dias, os quatro decretos que flexibilizaram o uso e a compra de armas.

Reunições como essa servem exatamente para ensinar que felicidade é uma pistola quente.

Breve em um lugar perto de você.