Ele tem a força

O que significa a venda da LucasFilm, de George Lucas, para a Disney por US$4bi

A venda da LucasFilm para a Disney conseguiu competir em audiência com o furacão Sandy – ainda mais com a notícia de que uma nova trilogia de Star Wars será produzida. Mas, se você é fã da série mais bem sucedida de todos os tempos, é um momento de reflexão em vez de euforia. Ouça o seu Yoda interior.

Lucas, 68, disse que era hora de se aposentar do dia-a-dia do seu negócio, embora passe a despachar como “consultor criativo”. Como único dono da Lucasfilm, ele receberá 4 bilhões de reais em dinheiro e ações. Não que faça falta: Lucas é número 120 na famosa lista da revista Forbes dos maiores bilionários dos Estados Unidos.

“Nos últimos 35 anos, um dos meus maiores prazeres foi ver Star Wars passar de uma geração a outra”, disse em um comunicado oficial. “Agora é hora de eu passar Star Wars para uma nova geração de cineastas. Sempre acreditei que os filmes pudessem sobreviver além de mim, e eu pensei que era importante definir a transição durante a minha vida.” Hoje mesmo algumas paródias do trailer do episódio VII já pipocaram.

Ele avisou que o dinheiro irá para uma fundação. Atualmente, Lucas é o chairman de Edutopia, parte da Fundação Educacional George Lucas. Ao longo dos anos, doou grana para causas como Film Foundation e Stand Up to Cancer. “Agora que inicio um novo capitulo, é gratificante saber que posso devotar mais tempo e recursos à filantropia”.

A Disney recentemente adquiriu a Pixar e a Marvel, formando parcerias de sucesso. E é com base nessas parcerias que George Lucas alega ter decidido a venda, citando a Disney como uma entidade capaz de proteger o legado que a LucasFilm tem – e apontando Kathleen Kennedy como nova presidente da empresa.

Já em relação à nova trilogia Star Wars, fica um ponto de interrogação. Lucas afirma que sempre viu a série como algo grandioso, que conteria sua própria vida. No entanto, o melhor filme da franquia, O Império Contra-Ataca, não teve sua assinatura como diretor ou roteirista. Já na trilogia mais recente ele teve total controle criativo, com resultados duvidosos (a não ser entre os fãs mais doentes). Mesmo assim: ele é o inventor do universo de Star Wars.

A exclusão de Lucas de Star Wars gera uma dúvida – será que é possível uma outra mente reproduzir com a mesma maestria aquilo que ele criou?

 

ONDE LUCAS FOI BEM…

 American Graffiti (1973) Um filme de colégio muito influente e rentável, faturando mais de US$ 20 milhões com um orçamento de menos de US$ 1 milhão

Star Wars (1977) O filme mais marcante de ficção científica levou a uma franquia de filmes que até agora teve uma receita de US $ 4 bilhões

Os Caçadores da Arca Perdida (1981) Em parceria com o diretor Steven Spielberg, Lucas fez perto de US$ 2 bilhões contando a história do arqueólogo

… E ONDE FOI MAL

Labirinto (1986) Alcançou status de cult graças à presença de David Bowie, mas só recuperou metade do seu orçamento em vendas de ingressos

Howard, o Pato (1986) Considerado pelos críticos um dos piores filmes já feitos, apenas pagou seu orçamento de US$ 35 milhões

Red Tails (2012) O filme mais recente de Lucas, acerca de pilotos da Segunda Guerra Mundial, teve retorno de US$ 58 milhões de seu orçamento de US$ 60 milhões

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!