Em 2020, Bolsonaro abraçou Caiado e disse “vamos contaminar todo mundo”, conta ex-assessor de Mandetta

Bolsonaro, apesar de tentativa de esquivar de Caiado, abraça o governador. Foto: Reprodução

Em 11 de abril de 2020, Jair Bolsonaro foi a Goiás, junto do ex-minsitro da Saúde Luiz Henrique Mandetta, para inaugurar um hospital de Campanha.

Ao chegar no local, de helicóptero, o governador do estado, Ronaldo Caiado, tentou cumprimentar o presidente de longe.

Bolsonaro negou, abraçando-o e dizendo:

“Vamos contaminar logo todo mundo de uma vez”.

Quem conta é Ugo Braga, ex-assessor de Luiz Henrique Mandetta e autor do livro “Guerra à saúde”.

A ação irritou o ex-ministro e o governador, ambos médicos.

Ugo conta ainda que, desde o início da pandemia, o objetivo do presidente era espalhar o vírus e apostar na “imunidade de rebanho”.

A revelação foi feita ao jornalista Luiz Costa Pinto, no programa “Sua Excelência, O Fato”.

Vídeo mostra momento em que o governador tentou se esquivar do presidente mas acabou tendo o contato: