Em ÁUDIO, dono de jatinho reclama de congestionamento em Trancoso no réveillon da pandemia: “pica braba voadora”

Empresário no aeroporto de Porto Seguro para o réveillon da pandemia

O réveillon de 2021 ficará na história do Brasil como um dos nossos capítulos mais vergonhosos entre tantos que colecionamos.

Um congestionamento aéreo se formou no litoral sul baiano e surpreendeu até os especialistas.

Segundo o editor-chefe de um site especializado, Carlos Martins, que é piloto, o tráfego foi tão intenso que várias aeronaves tiveram que dar voltas repetidamente aguardando a liberação do pátio.

Eles estão pousando nos aeroportos de Porto Seguro, Trancoso (Terravista) e da Costa do Cacau (Ilha de Comandatuba), em Ilhéus.

Réveillon da pandemia: aeroporto de Trancoso tem caos e congestionamento de jatinhos. Foto: Reprodução/Verdinho Itabuna

Na tarde de sábado, dia 26, foi possível registrar no aplicativo de rastreamento de voos FlightRadar24 ao menos 15 aviões executivos naquele pedaço da Bahia.

De acordo com o site AEROIN, destinos nos Estados Unidos, Caribe e Europa estão com restrições para brasileiros por causa da pandemia.

Portanto, negócio é espalhar o vírus por aqui, mesmo.

No momento em que deito essas maltraçadas, temos 191.139 mortos e 7.484.285 casos de covid-19.

O DCM teve acesso a dois áudios de ricos reclamando da dor de cabeça com tanto jatinho.

“Irmão, Porto Seguro conseguimos porque o piloto bronqueou”, diz um sujeito com sotaque carioca.

“Nego tenta alugar helicóptero, não tem, carro, não tem, táxi tô há 15 minutos… Pica braba voadora”.

Eis o retrato da nossa — perdão pelo clichê — elite. Bolsonaro é merecimento, não acidente.