Em prova de escassez de comida, participante do BBB comove com discurso sobre desigualdade social

Do UOL:

Na tarde desta terça-feira (5), durante o almoço especial, Danrley aproveitou para expressar seus sentimentos sobre estar no Tá com Nada. O carioca fez um discurso ressaltando que a escassez de comida é um bom momento para que os participantes agradeçam e observem que, no mundo real, muita gente tem menos do que eles e ainda assim não reclama.

Primeiramente fico muito feliz da gente estar nesse momento de cordialidade. Isso aqui é um jogo e a gente percebe que o jogo chegou em um momento que acontecem algumas segregações, por questão de afinidade

Essa semana uma galera entrou no Tá com Nada e eu queria falar sobre isso. A gente tem arroz, tem feijão, tem ovo, tem goiabada, tem água e, além disso, a gente tem todos os benefícios de uma casa incrível. Se isso é estar no Tá com Nada, imagina o que é estar no Tá com Tudo? Eu acho que no país, na cidade e às vezes até no bairro onde a gente mora tem gente que não tem um décimo do que a gente tem aqui

Estar no Tá com Nada não é uma punição, mas uma oportunidade da gente observar que a gente tem muito e tem gente que não tem nada e ainda assim não reclama. Eu vejo gente reclamando porque não ganhou prova, porque não tinha creme e eu também várias vezes reclamei aqui. E eu peço perdão por isso

Isso é uma oportunidade que a gente tem de estar agradecendo por tudo o que a gente tem, pelo que a gente é e cada um aqui sabe a quem agradecer. Eu agradeço à minha mãe e meu pai, porque eu nunca passei fome e, além disso, eles sempre incentivaram pra eu ser uma pessoa que está sempre pra buscar o que quiser, ir atrás dos seus sonhos. Eles falaram que era possível e hoje eu estou aqui. Obrigado.

Ao terminar o seu discurso, Danrley foi aplaudido e recebeu beijos e abraços do resto dos confinados.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!