Vale e Eletrobras são excluídas do maior fundo soberano do mundo por violarem Direitos Humanos

Publicado em 13 maio, 2020 1:49 pm
Equipes de resgate recuperam o corpo de uma das vítimas do rompimento da barragem da Vale em Brumadinho Foto: MAURO PIMENTEL / AFP

Da coluna de Jamil Chade no UOL:

Na Noruega, o maior fundo soberano do mundo exclui a Vale e Eletrobras de seus investimentos, por conta de violações de direitos humanos e a falta de compromisso com a proteção do meio ambiente. O anúncio foi feito nesta quarta-feira, pelo Norges Bank, instituição que administra o fundo em Oslo.

Com US$ 1 trilhão e recursos alimentados principalmente com a renda do petróleo, o Fundo de Pensão do Governo na Noruega suspendeu ações em um total de sete empresas pelo mundo. O veto também serve de sinalização ao mercado.

Uma das empresas afetadas foi a Vale, depois de uma avaliação do risco que a empresa representa para “danos ambientais graves”. “Foi recomendado que a Vale fosse excluída em decorrência de repetidas rupturas de barragens”, explicou a entidade, num comunicado.

Famílias de vítimas de Brumadinho e Mariana chegaram a fazer apelos nessa direção, justamente para conseguir aumentar a pressão internacional sobre a empresa brasileira.

(…)

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!