500 mil mortos: Brasil já tem mais vítimas que 5 genocídios

Publicado em 19 junho, 2021 2:43 pm
Cemitério de Manaus já enterra vítimas do coronavírus em valas. Foto: Reprodução/Twitter

Neste sábado (19), o Brasil alcançou a triste marca dos 500.022 mortos por covid-19.

A tragédia brasileira já é maior que pelo cinco genocídios ocorridos desde o início do século 20.

O genocídio na Bósnia, na década de 1990, teve entre 30 e 40 mil mortos, menos de 10% das vítimas da pandemia no Brasil.

Só o massacre de Srebrenica, ocorrido em 1995 na Bósnia, que foi considerado “genocídio dentro do genocídio”, teve 8 mil vítimas.

No final da década de 80, o Iraque teve 150 mil curdos mortos no genocídio do Iraque.

O massacre de populações de etnias negras em Darfur, no oeste do Sudão, já deixaram entre 100 mil e 400 mil desde 2003.

A perseguição ao grupo étnico dos rohingya, minoria muçulmana de Mianmar, contabiliza 30 mil mortos desde 2016.

É questão de tempo para que o genocídio de Jair Bolsonaro alcance ou ultrapasse o genocídio de tutsis pelos hutus em Ruanda (entre 800 mil e 1 milhão de mortos), genocídio armênio (1,5 milhão de mortos entre 1915 e 1922) ou do Holocausto judeu, maior genocídio da história humana (6 milhões de mortos).

Com informações da Folha.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!