“A covardia é geral. Fui ingênuo”, diz Casagrande sobre a seleção na Copa América

Publicado em 7 junho, 2021 3:10 pm
Casagrande. Foto: Reprodução/YouTube

O comentarista esportivo Walter Casagrande Jr. fez um comentário detonando os jogadores do Brasil por sua falta de posicionamento político contra Bolsonaro no caso da Copa América na pandemia.

LEIA – Casagrande pede posicionamento de jogadores da Seleção: “Momento de tomaram decisão pela sociedade”

Ele escreveu ao Globo Esporte:

O Brasil é um país governado por covardes que veem as pessoas morrendo, mas andam de moto e não compram vacinas. Destroem a Amazônia com a intenção de dizimar os povos indígenas e quilombolas.

LEIA MAIS – Pedido de impeachment de Bolsonaro tem apoio de Xuxa, Felipe Neto e Casagrande

No futebol, é a mesma coisa. Todos os dirigentes se calaram diante de uma acusação de assédio moral e sexual contra o Rogério Caboclo, presidente afastado da CBF. Para eles, é mais importante ajudar o acusado do que ser solidário a quem sofreu o assédio.

O que os bolsonaristas, e incluo os filhos do presidente, estão fazendo com o Tite é mais um ato covarde. O técnico nunca se manifestou politicamente. Acusá-lo de ser comunista porque pode ser contra a Copa América no Brasil é desonesto.

A atitude dos jogadores de decidirem jogar a Copa América é mais um ato covarde. Mostra que os atletas não estavam preocupados com a grave situação sanitária do país e, sim, com eles mesmos. Ficou tudo legal para os jogadores após o afastamento de Caboclo.

Essa é a geração de jogadores de futebol mais alienada que eu já vi desde anos de 1980. O importante para eles é estar nas redes sociais, mostrando suas mansões, seus carros…

Estamos atravessando o pior momento de identidade. Essas trevas que estamos passando deixam as pessoas mais vulneráveis, e esse governo mistura tudo com política. Quem está contra os pensamentos deles é de esquerda. Até na seleção brasileira colocaram esse conflito”.

E ele completa, falando que a “covardia é geral”:

“Confesso que fui ingênuo em acreditar que os jogadores fossem realmente tomar uma atitude histórica de empatia ao nosso povo”.

Com informações da Globo.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!