Aécio pede acesso a provas antes de análise sobre denúncia no Supremo

Publicado em 17 abril, 2018 7:58 am

Reportagem de Angela Boldrini na Folha.

A defesa do senador Aécio Neves (PSDB-MG) afirmou nesta segunda-feira (16) ter requerido acesso às provas das investigações contra o tucano no âmbito das delações da JBS.

Em nota, o advogado Alberto Zacharias Toron afirmou que é “imprescindível que o acesso seja deferido antes da votação do recebimento da denúncia, uma vez que esses elementos podem comprovar a ilegalidade de provas e das armadilhas arquitetadas contra o senador com a participação de membros do MPF”. 

A votação que pode tornar Aécio réu deve acontecer nesta terça (17), no Supremo Tribunal Federal. 

“O STF já garantiu que Joesley Batista e Marcello Miller tenham acesso a vários documentos, não sendo razoável que se aja de forma diversa com o senador. As graves irregularidades que envolvem a delação da JBS, que levaram ao pedido de rescisão do acordo pela PGR [Procuradoria-Geral da República] —pedido que aguarda há sete meses para ser pautado— justificam toda a cautela com as provas daí oriundas”, diz o texto.

Em coletiva também nesta segunda, o senador negou ter cometido ilegalidades e acusou a Procuradoria-Geral da República de agir com rapidez excessiva na apresentação da denúncia em seu caso. 

(…)

Aécio Neves. Foto: Agência Brasil
Acompanhe as publicações do DCM no Facebook. Curta aqui.

Clique aqui e assine nosso canal no youtube