Antes de pedir ao STF para ficar em silêncio na CPI, “Capitã Cloroquina” disse que a Corte é “fora da lei”

Publicado em 17 maio, 2021 9:22 am
Capitã Cloroquina ataca STF nas redes sociais. Foto: Reprodução

Neste domingo (16), Mayra Pinheiro, a “Capitã Cloroquina”, pediu ao STF para que possa ficar em silêncio na CPI da Covid, seguindo Eduardo Pazuello.

A secretária de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde do Ministério da Saúde, que agora tenta usar da lei para fugir do depoimento, já atacou a Corte anteriormente.

No Instagram, Mayra disse que o STF é “Brasil fora da lei” e sugerindo que a Corte estaria cometendo “crimes”:

“Os próximos crimes serão a tentativa de legalização das drogas e do aborto”, afirmou, convocando protestos contra os magistrados.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!